segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Dízimo e uma questão de fé.tithing and a matter of faith.

Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e tentar me agora nesta ", diz o Senhor dos Exércitos," Se eu não vos abrir as janelas do céu e derramaria bênçãos para você, tais que não haverá espaço suficiente para recebê-lo. "Malaquias 3:10 NTLH
Por que eu deveria estar relutantes em tomar a Deus em Sua palavra e ser obediente? Ao olhar para trás na minha vida, eu me lembro que, muitas vezes o dízimo, foi difícil, mas Deus sempre teve o cuidado de nós. O dízimo não é fácil e há sempre desculpas para não ser obediente. No início de nosso casamento, meu marido e eu éramos estudantes e nós começamos a nossa família. Começamos nossas vidas juntos dízimo e Deus milagrosamente fornecido todas as nossas necessidades.
Nossos dias mais difíceis foi quando um movimento deixou-nos pagar por duas casas, com os três filhos na faculdade. Questionamos se Deus iria nos obrigar a dar o dízimo, mas precisava desesperadamente de Deus que derrame suas bênçãos sobre nós. Nós aprendemos a andar pela fé, não pelas circunstâncias.
O câncer no próximo ano atingiu meu marido e questionou se "passar" sobre o dízimo. Quando consideramos o exemplo de Jesus da viúva pobre que deu tudo o que tinha, não havia passagens. Nós dizimados, sem saber como iríamos pagar a conta seguinte. Deus fez fornecer e Ele abriu as janelas do céu para nós. Por Sua graça, a nossa casa vendida, meu marido finalmente se recuperou, e os três filhos se formou na faculdade livre de dívidas.
Como cristãos, devemos comprometer-se a dar o dízimo durante os dois tempos de prosperidade e magra. O dízimo é uma disciplina espiritual importante que nos ajuda, mesmo durante os tempos difíceis. A história revela que mais pessoas dizimados durante a Grande Depressão do que nunca. Nosso futuro econômico é incerto. O segredo para lidar com tempos de incerteza é manter-se fiel a Deus.
À medida que os dias à frente parecem ser imprevisíveis, que todos nós continuar a andar em obediência como nós damos nossos dízimos e ofertas. Deus tem demonstrado ao longo da minha vida que Ele pode cuidar de minhas necessidades. Ele derramou Suas bênçãos sobre mim com um casamento maravilhoso, três filhos que amam o Senhor, e uma abundância de relacionamentos ricos e experiências de vida. O dízimo é um ato de obediência. Quando colocamos Ele em primeiro lugar, Ele cuida do resto. Julgá-lo. . . não haverá espaço suficiente para receber todas as Suas bênçãos.
Paula sanclet. é um professor, orientadora, escritora, solista, evangelica. Minha vida mudou quando eu comecei a dar o dízimo para o Amor Projeto Sem Fronteiras.   Tithing and a matter of faith.
Bring all the tithes into the storehouse, that there may be food in My house, and try me now in this," says the Lord of hosts, "If I will not open for you the windows of heaven and pour out for you such blessing that there will not be room enough to receive it." Malachi 3:10 NKJV
Why should I be reluctant to take God at His word and be obedient? In looking back over my life, I am reminded that, many times, tithing was difficult, yet God always took care of us. Tithing is not easy and there are always excuses not to be obedient. Early in our marriage, my husband and I were students and we’d begun our family. We started our lives together tithing and God miraculously provided all our needs.
Our toughest days came when a move left us paying for two houses, with all three sons in college. We questioned whether God would require us to tithe, but we desperately needed God to pour out his blessings on us. We learned to walk by faith, not by circumstances.
The next year cancer struck my husband and we questioned whether to "pass" on tithing. When we considered Jesus' example of the impoverished widow who gave all she had—there were no passes. We tithed, not knowing how we would pay the next bill. God did provide and He opened up the windows of heaven for us. By His grace, our home sold, my husband eventually recovered, and all three sons graduated from college debt-free.
As Christians, we must commit to tithe during both prosperous and lean times. Tithing is an important spiritual discipline that helps us even during the tough times. History reveals that more people tithed during the Great Depression than ever before. Our economic future is uncertain. The secret to handling uncertain times is to remain faithful to God.
As the days ahead appear to be unpredictable, may we all continue to walk in obedience as we give of our tithes and offerings. God has demonstrated throughout my life that He can take care of my needs. He has poured His blessings on me with a wonderful marriage, three sons who love the Lord, and an abundance of rich relationships and life experiences. Tithing is an act of obedience. When we put Him first, He takes care of the rest. Try Him . . . there will not be room enough to receive all His blessings.
 
Paula sanclet.  is an teacher, counselor, writer, soloist, Christian .My life changed when I started to give a tithe to the Project Love without Borders .

2 comentários:

RAFAEL CARLOS disse...

A Paz do Senhor
Fiz uma visita no blog do senhor e achei interessante. Estou me tornando seguidor de seu blog e gostaria que o irmão visitasse o meu blog também e torna-se seguidor dele. O meu blog possui estudos bíblicos e notícias religiosas que saem na imprensa. O irmão vai gostar. Deus abençoe.
Rafael Carlos
fidelidadeajesus.blogspot.com

Jorge Castilho disse...

Amem amado , estamos orando por voce tambem.